sábado, 12 de março de 2011

Barbatimão: o amigo da mulherada


Você já ouviu falar do barbatimão? Eu nunca, até fazer um curso de Saúde da Mulher.

O barbatimão é uma árvore originária do cerrado brasileiro, predominante no norte e nordeste do Brasil. Seu nome é derivado de um termo indígena que significa "a árvore que aperta" - motivo pelo qual era utilizado por índias e prostitutas, que também a chamavam de "casca da virgindade" ou "casca da mocidade". Isso porque, ao ser utilizada em banhos de assento, as propriedades adstrigentes fazem uma espécie de cola na vagina - iludindo os coitados dos homens rs

Mas o barbatimão não é excelente apenas neste "ilusionismo" sexual. Rico em taninos, flavonóides e alcalóides, a casca da árvore possui propriedades anticicatrizantes e antiinflamatórias, sendo perfeita para curar gonorréia, feridas e hemorróidas, corrimentos dos mais diversos, entre elas a candidíase - e, dizem, até HPV. Li em algum lugar que pesquisas realizadas na Universidade Estadual de Maringá (Paraná) comprovaram que os efeitos cicatrizantes do barbatimão (em compressas) são superiores ao nebacetim (!).

Que tal incluir na sua higienização o banho de assento com barbatimão (encontrado facilmente em lojas que vendem produtos naturais)?

A recomendação é que o banho seja feito três dias depois da menstruação - que é para limpar qualquer resíduo que tenha ficado no organismo. Quem possui corrimentos, segundo especialistas, pode fazê-lo quantas vezes julgar necessário (parando somente no período menstrual). Estudiosos também recomendam que processos de limpeza sejam feitos nas luas nova ou miguante, por facilitarem a liberação de toxinas (um dia escrevo melhor sobre isso).

Receitinha:

* Colocar uma xícara cheia de casca em dois litros de água e deixar ferver por dez minutos ou até a água ser reduzida em um litro.
* Prefira fervê-la numa panela tampada.
* Acrescente água mineiral fria, para temperar a água, coe e coloque tudo numa bacia seca e previamente esterelizada (com água oxigenada ou água sanitária).
* Algumas pessoas misturam uma colher de suco de limão ou vinagre. Eu não coloquei porque o barbatimão já é adstrigente.
* Evite deixar os pés no chão e as costas descobertas, para não pegar friagem.


O banho de assento deve durar até 15 minutos. Enquanto estiver sentada, aproveite para contrair e relaxar a musculatura da vagina, como se a estivesse pulsando. Esses movimentos, que devem ser feitos sempre que possível, contribuem para que a sua vida sexual ativa seja ainda mais saudável e prazerosa,além de proteger a sua região pélvica contra os males provenientes do afrouxamento muscular, prolapso uterino, incontinência urinária ou mesmo fecal, além de diminuir a incidência de quadros inflamatórios constantes.

Fiz o meu primeiro banho de assento ontem: e não é que o maridão sentiu a diferença? rsrsrs

Um comentário:

  1. Ola gostaria de saber durante quanto tempo é bom fazer o banho.?(danda)

    ResponderExcluir